Ecocardiograma: o exame mais versátil e multifuncional da Cardiologia - PROLAB - Centro Diagnóstico Cardiológico

Notícias

Ecocardiograma: o exame mais versátil e multifuncional da Cardiologia

Por: admin 26/03/2018 15:54

Por meio de técnicas, o Ecocardiograma realiza imagens em tempo real do coração e analisa a velocidade do fluxo sanguíneo. As imagens são bidimensionais e tridimensionais e o exame é mais comumente realizado via transtorácica. Os métodos evoluíram e o exame já pode ser feito com Doppler tecidual e speckle tracking, permitindo uma análise mais refinada. Ele é utilizado para verificar o fluxo do sangue pelas câmaras do coração, pelas válvulas cardíacas e pelos vasos sanguíneos.

O eco de estresse é realizado com esforço físico ou com estímulo de dobutamina ou dipiradamol, que fazem o coração bater de forma mais rápida. É mais utilizado para descobrir caso de doença arterial coronariana. Há também o ecocardiograma transesofágico, que se vale de uma sonda inserida via oral, passando pelo esôfago, para captar imagens. Ele é usado para monitorar o coração durante uma cirurgia, para checar o funcionamento de válvulas cardíacas artificiais, identificar tumores intracardíacos e tromboelismo pulmonar, dentre outras funções. Vale dizer que o ecocardiograma não expõe o paciente à radiação, mas o dispositivo identifica as ondas sonoras emitidas por toda a região cardíaca e as transforma em imagens facilmente visualizadas no monitor.

Recomenda-se o exame transtorácico para detectar suspeita de insuficiência cardíaca, de dispneia, de hipertensão pulmonar ou de doenças valvares, também é realizado após um infarto. Avalia-se a função ventricular e diagnostica a cardiotoxicidade durante o tratamento de quimioterapia. O exame aplica-se também em afecções sistêmicas quando compromete o sistema cardíaco, tais como doença renal, lúpus, hipertensão arterial, dentre outras. A pacientes com suspeita de endocardite infecciosa também se recomenda o exame.

Em crianças, o exame é utilizado para identificar sopro cardíaco, dispneia, arritmia, cianose, dor precordial, cardiopatias congênitas advindas de cirurgias, febre reumática e doença de Kawasaki.

Nas arritmias, o ecocardiograma identifica doenças cardíacas estruturais que resultam em arritmias. Pacientes com fibrilação atrial o exame é transesofágico e pesquisa trombos atriais.

Na gestação, o exame é realizado após a 18ª semana de gravidez e é indicado em gravidez de risco ou às gestantes com mais de 35 anos de idade. Quando o ultrassom morfológico detecta malformações cardíacas, anomalia cromossômica e arritmias fetais, o ecocardiograma também é indicado, lembrando que ele é realizado via transabdominal.

Diagnosticada doença arterial coronariana estabelecida, o exame avalia a função ventricular e detecta complicações, podendo também detectar isquemia.

A Clínica Prolab oferece os exames acima citados e cuida da sua saúde com profissionais qualificados e aparelhos de última geração.

Voltar para Notícias