Doenças cardiovasculares: dicas de prevenção - PROLAB - Centro Diagnóstico Cardiológico

Notícias

Doenças cardiovasculares: dicas de prevenção

Por: admin 19/03/2018 10:59

Sabe-se que em todo o mundo a maior causa de mortes é provocada por doenças cardiovasculares – infarto e derrame. É a Organização Mundial de Saúde quem confirma esses dados. Só no Brasil, a cada minuto há uma morte desse tipo, totalizando aproximadamente 350 mil mortes por ano, das quais 55% são homens e 45% são mulheres, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Muitas pessoas nem sabem que sofrem de problemas cardíacos e, quando aparecem os sintomas, já não cabe muita intervenção medicamentosa, restando possibilidades de intervenção mais agressiva, como a ponte de safena.

O quadro é alarmante sim, algumas cardiopatias são genéticas ou se desenvolveram ainda no ventre, outras são provocadas ou agravadas pelo uso excessivo do tabaco, de drogas, por sedentarismo, por obesidade, pressão alta, diabetes e estresse contínuo. Mas algumas providências podem ser tomadas a fim de evitar o infarto ou derrame. Vejamos:

  1. Abandone o sedentarismo: os riscos de infarto são reduzidos quando se faz exercício físico diário. A atividade escolhida precisa proporcionar prazer e ter frequência de ao menos 5 vezes por semana, durante 30 minutos por dia.
  2. Hidrate-se: a água é o combustível para o perfeito funcionamento do organismo como um todo. Quem não se hidrata se mata.
  3. Mantenha uma dieta equilibrada: verduras, frutas, alimentos ricos em fibras, vegetais, legumes e proteína magra são alimentos que compõem uma boa dieta. Fuja dos alimentos gordurosos, ricos em sódio, das frituras, dos doces e dos carboidratos em excesso. Passe longe dos fast foods.
  4. Abandone o tabagismo: não tem jeito. A intervenção nesse sentido precisa ser drástica sim. Procure ajuda profissional para abandonar o vício. A nicotina e o monóxido de carbono presentes no cigarro aumentam em 30% o risco de infarto.
  5. Mantenha o peso adequado: a obesidade potencializa o desenvolvimento dos fatores de risco, como diabetes e hipertensão.
  6. Controle a pressão arterial: pressão alta é um dos principais fatores para ocorrência de AVC, infarto, aneurisma e insuficiência renal e cardíaca.
  7. Atente-se aos níveis de colesterol ruim no sangue: colesterol alto favorece o risco de doenças cardiovasculares. Evite gorduras saturadas e trans, carboidratos e bebidas alcoólicas.
  8. Controle a glicose no sangue: faça exames regularmente, mantenha o peso adequado, alimentação equilibrada e circunferência abdominal em padrões adequados. A ausência de insulina suficiente para filtrar a glicose do sangue contribui para o desenvolvimento de problemas cardiovasculares.
  9. Procure relaxar: por incrível que pareça, esse fator é o de maior risco. As pesquisas mostram que o estresse excessivo aumenta em 60% o risco de infarto. Busque atividade prazerosa, faça exercício de respiração e meditação e durma ao menos 8 horas por dia.

A Clínica Prolab se preocupa com a saúde do seu coração. Procure ajuda profissional.

Voltar para Notícias