Eletrocardiograma - PROLAB - Centro Diagnóstico Cardiológico

Eletrocardiograma

O músculo cardíaco pode ser comparado a uma máquina que transforma energia química em trabalho e age como um gerador de correntes elétricas que se espalham por um meio condutor, que é o próprio coração. A molécula responsável pelo fornecimento de energia é o ATP e o estímulo elétrico é levado ao interior da fibra muscular, culminando com a contração do músculo cardíaco e bombeamento de sangue para o organismo.

O sistema de contração muscular do coração está constantemente armado, por isso a descarga elétrica desencadeia uma resposta rápida, ou seja, a cada 0,75 segundos em repouso e até três ou mais vezes por segundo durante exercícios intensos.

O ritmo cardíaco é gerado pelo próprio coração e uma vez gerado o impulso no nodo sinusal (marcapasso cardíaco), este propaga-se para as células vizinhas, invadindo o tecido muscular atrial, o sistema de condução e toda a musculatura ventricular. Assim funciona o eletrocardiograma, que nada mais é que o registro das variação das correntes elétricas decorrentes da atividade cardíaca.

A realização do eletrocardiograma é muito simples, depende da colocação de eletrodos no tórax do paciente e se necessário também nos braços e pernas, com este  deitado e a partir de então, registra-se o traçado obtido através destes eletrodos dispostos no corpo. Este exame permite a interpretação de alterações como: aumento das cavidades cardíacas, infarto do miocárdio ou isquemia cardíaca e arritmias cardíacas, dentre outras.

Agendar